Projeto Cacau Floresta

Organização proponente: The Nature Conservancy (TNC)

O que é

O Brasil ocupa uma posição de destaque na produção mundial de cacau, sendo o estado do Pará o maior produtor no contexto nacional. Esse cultivo, por ser de alto valor comercial, é indicado como uma alternativa para a obtenção de renda de pequenos produtores de forma sustentável.

O projeto Cacau Floresta teve início em 2012, no município de São Félix do Xingu, no sudeste do Pará, e tem como objetivo escalar essa solução para outros municípios no Pará e em estados do Brasil.

O projeto trabalha em diversos eixos de ação, incentivando pequenos produtores rurais e pecuaristas a recuperarem áreas desmatadas ou improdutivas com o plantio de cacau e outras espécies florestais, fomentando assim uma agricultura familiar de baixo carbono. As ações em campo envolvem atuação para assistência técnica em boas práticas e manejo dos sistemas agroflorestais com cacau para 123 famílias, treinamentos para agricultores em empreendedorismo rural, restauração de áreas degradadas, entre outros temas.

Destaques

O projeto oferece assistência técnica em boas práticas e manejo de sistemas agroflorestais com cacau e capacitações em empreendedorismo rural a 123 famílias de agricultores. Em 6 anos, implantou 450 hectares de sistemas agroflorestais baseados em cacau.

As ações também envolvem o tema de igualdade de gênero e juventude no campo. Em 2017, em parceria com o Sebrae, foram mais de 37 mulheres capacitadas em gestão de propriedades. Além disso, os alunos da Escola Familiar Rural da região também são envolvidos em visitas a campo para conhecer boas práticas agroflorestais e agropecuárias de restauração de áreas degradadas, a fim de contribuir para uma nova geração de líderes de sustentabilidade no campo.

Outra inovação que merece destaque é o sistema de monitoramento de desmatamento, por meio do Portal Cacau Floresta. A plataforma, de uso interno, foi desenvolvida para acompanhamento dos plantios de cacau e monitoramento do desmatamento nas propriedades envolvidas. Também reúne informações acerca da produção, aspectos sociais, econômicos e ambientais nas propriedades, a fim de monitorar a evolução dos indicadores do projeto e contribuir para a tomada de decisão.

Contato: Thais Ferreira Maier – tferreira@tnc.org