Ecolume – Socioeconomia Verde no Bioma Caatinga frente às Mudanças Climáticas

O que é

A Caatinga abriga a maior diversidade de plantas conhecida no Brasil e um patrimônio biológico que não pode ser encontrado em nenhum outro lugar do mundo, conferindo a esse bioma grande importância para o país, ainda pouco reconhecida. Por outro lado, as condições climáticas cada vez mais extremas da Caatinga trazem dificuldades aos municípios pelos quais se estende. Muitas famílias dependem de carros pipa enviados pelo governo e tem suas plantações dizimadas pelos longos períodos de seca.

O projeto Ecolume foi criado para mostrar que é possível transformar essa realidade. Iniciativa de pesquisa e desenvolvimento liderada pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), o Ecolume busca aumentar a resiliência das comunidades que vivem na Caatinga pernambucana, por meio da geração de renda e da garantia de segurança alimentar, hídrica e energética. O projeto, que está em fase piloto, se baseia no princípio de enxergar não a escassez da região, mas sua abundância – o sol e a rica biodiversidade – e a partir daí, construir soluções para o convívio harmônico da população com este contexto.

O projeto criou um sistema agrovoltaico, composto por um conjunto de placas fotovoltaicas instaladas sobre uma estrutura de aquaponia com ciclo fechado de irrigação, permitindo um uso extremamente eficiente de água. Nessa estrutura, um tanque com tilápias garante a fertilização da água, que, com parte da energia captada pelas placas, é bombeada e levada para as plantas, criadas em sistema orgânico de hidroponia. As plantas, por sua vez, filtram a água que é redirecionada ao tanque com os peixes. Assim, sem precisar de muita água, o beneficiário tem proteína animal e vegetais orgânicos para se alimentar e comercializar o excedente, e energia elétrica para realizar suas atividades diárias.

Destaques

Um destaque importante desta iniciativa reside na rede envolvida desde seu início. Fruto de um estudo feito por mais de 40 pesquisadores de diversas instituições, o Ecolume é desenvolvido pelo IPA em parceria com organizações como Embrapa, Universidade Federal de Pernambuco, INPE, uma escola de agroecologia para jovens agricultores chamada Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA) e também uma empresa especializada em projetos de energia solar fotovoltaica, chamada Vertsol. Essa articulação cria um núcleo de atores dedicados à pesquisa aplicada para enfrentar desafios impostos pelas mudanças climáticas no semiárido pernambucano, levando em consideração as potencialidades locais.

A parceria com o SERTA também chama a atenção, pois permitiu o protagonismo de jovens agricultores na criação do Ecolume e de outras soluções para a agricultura familiar da região, garantindo a adequação à realidade desse público e contribuindo para a permanência desses jovens no campo. Ainda, por ser focada em ensinar princípios e práticas agroecológicas, a escola possui papel fundamental no fortalecimento de uma agricultura mais sustentável e na promoção da segurança alimentar e nutricional.

Aspectos de inovação para a inclusão da agricultura familiar

  • Segurança alimentar e nutricional de agricultores e consumidores
  • Tecnologias adequadas à agricultura familiar
  • Agricultura aliada ao manejo sustentável de recursos naturais
  • Agroecologia e sistemas orgânicos de produção
  • Fortalecimento da juventude da agricultura familiar

Conheça mais sobre a iniciativa aqui.

Contato: Francinete Lacerda – francis.lacerda@ipa.br